É claro que você já ouviu falar em Facebook, Linkedin e Twitter. Externamente, essas plataformas públicas de mídia social podem ajudar uma organização a ficar próxima de seus clientes, atuar como canais de marketing e realizar pesquisas para melhorar os processos e operações de negócios.

Mas você já ouviu falar sobre redes sociais corporativas (Corporate Social Networks ou CSN em inglês)? As comunicações internas são intrinsecamente exclusivas e falam a um público restrito. Os e-mails e a intranet são privados e compartilhados internamente. A mídia social é exatamente o oposto.

Assim, as ferramentas sociais podem ajudar os funcionários a acessar o conhecimento e os recursos de que necessitam para trabalhar em conjunto de forma eficaz e resolver problemas de negócios. As redes sociais empresariais incluem o uso de software de intranet interno, bem como plataformas de mídia social de terceiros para melhorar e expandir a comunicação, a criação de redes e a colaboração entre a força de trabalho. Além disso, as pessoas são inerentemente sociais, e a comunicação é fundamental para ajudar a aproximar as pessoas, torná-las mais eficientes. Pense em CSNs como Intranets 2.0. Para os que já conhecem o conceito de “organizações de aprendizagem” (ou learning organisation em inglês)? É o termo – do livro “A Quinta Disciplina” de Peter Senge – que diz que uma empresa que facilita a aprendizagem de seus colaboradores se transforma continuamente a fim de gerar maior valor na colaboração.

De fato, em um mundo corporativo cada vez mais interconectado. Hoje as empresas estão incentivando os funcionários a usar suas habilidades de rede social para fins comerciais.
Empresas que implementam com sucesso o benefício de software social para em sua força de trabalho obtêm maior engajamento, conectividade e incentiva o trabalho em equipe.
CSNs oferecem aos funcionários um espaço para publicar fotos de um evento da empresa ou, compartilhar atualizações e e-mail, informativos internos ou até treinamentos on line de forma mais eficaz. Os funcionários também obtêm uma nova fonte de conteúdo envolvente e emocionante para compartilhar, além de um novo canal de feedback para expressar suas opiniões e ideias.
O aumento da comunicação e do engajamento ajuda as pessoas e as empresas a crescerem.
O resultado são empresas capazes de agilizar processos, alinhar equipes com objetivos de negócios e aumentar o engajamento de toda a sua rede estendida.

Quais são alguns dos principais benefícios de uma Rede Social Corporativa?

Organizar documentos de forma intuitiva, administrar ensino a distância, disseminar a experiência dos colaboradores, reconhecer as melhores práticas, garantir maior engajamento, garantir a comunicação instantânea, entre muitos outros benefícios.

Hoje as pesquisas demonstram que metade de todos os adultos nos Estados Unidos usam regularmente sites de redes sociais como Facebook, LinkedIn e Twitter para se conectarem com familiares, amigos e colegas profissionais. E que 12% dos trabalhadores da informação têm acesso a redes sociais corporativas. A previsão é de esse número aumentar e muito. O mercado de redes sociais corporativas deverá movimentar até 2019 cerca de U$ 8 bilhoes. É por isso que a CSN está prevista para ser a “next big thing” em ambientes corporativos.